Terça, 11 Agosto 2020 20:30

Nota de pesar pela Páscoa de Devanir Reis

“Vai segura minha alma, porque tens um bom Guia para conduzir-te.

Vai tranquila, porque Aquele que te criou, te santificou e

te ama com amor enternecido de uma mãe por seu filhinho querido.

E vós, Senhor, sede bendito porque me criastes.”

 (Clara de Assis)

 

Rio de Janeiro, 11 de agosto de 2020.

 

Paz e bem, irmãos e irmãs da OFS do Brasil!

É com o coração tomado de tristeza que comunicamos o falecimento de nosso amado irmão Devanir Reis. Após 58 anos de doação fraterna e de uma grande dedicação ao carisma franciscano, em especial à OFS, com um testemunho inspirador e um amor inconfundível, Reis nos deixou neste 11 de agosto, dia da Festa de Santa Clara.

Reis nasceu em Nossa Senhora das Graças, no Paraná, em 10 de maio de 1962 e mais tarde mudou-se para Curitiba. Lá viveu com sua esposa e seus filhos. Ingressou na Ordem Franciscana Secular (OFS), pouco tempo depois de sua esposa, na Fraternidade São João Batista, de Curitiba-PR. Logo após ficar viúvo, dedicou-se de tal maneira à OFS que podemos dizer que assumiu com ela um novo casamento. Além dos vários serviços prestados à fraternidade local, foi Ministro Regional por dois triênios e Coordenador Regional de Promoção Vocacional, além de participar da Coordenação da Família Franciscana no Regional do Paraná. Nosso irmão também serviu ao Conselho Nacional da OFS como Coordenador de Área durante o triênio 2016-2019 e como Coordenador de Promoção Vocacional no triênio vigente (2018-2021).

Para fazer justa memória da vida deste irmão precisaríamos de muitos depoimentos, tantas foram as pessoas que ele ajudou durante sua jornada. Reis respirava franciscanismo vinte e quatro horas por dia. Isso foi refletido nas suas relações familiares. Foi um esposo atencioso e um pai devoto. Todo esse amor fraterno extrapolou seu lar. Transbordou alegria e espiritualidade, seja durante uma conversa informal, durante a reunião da fraternidade local, no serviço ao regional, nacional e a todos os irmãos da OFS de diversos regionais. Reis era uma presença humilde, madura e encantadora, conhecido pelo seu carisma, sua alegria e sua contínua disponibilidade. Nunca vimos o Reis bravo ou triste com a caminhada. Ao contrário, ele transbordava de gratidão, motivação e disponibilidade para servir. Todos têm uma história para contar sobre ele, sobre um papo durante algum encontro, um conselho ou uma palavra amiga, sobre o quanto queria que o Reino de Deus chegasse a todos, porque aquela graça encontrada por ele poderia e deveria ser vivida por outras pessoas.

Nos últimos tempos ele estava desenvolvendo dois projetos que representam bem sua vocação. O primeiro deles, em seu regional, visa a revitalização e expansão da Juventude Franciscana em terras paranaenses, pois o Reis sempre foi um irmão da OFS apaixonado e apoiador da JUFRA em todos os momentos da caminhada. A JUFRA contava com seu apoio, seu entusiasmo e sua confiança. O segundo, conhecido como “OFS+1”, desenvolvido dentro do Conselho Nacional da OFS, tem como objetivo o fortalecimento e crescimento das fraternidades locais da OFS em todo o Brasil. Nosso irmão Reis sempre dizia que se cada um de nós convidasse uma pessoa para nossa fraternidade a nossa vocação secular seria partilhada por muitos outros. Não são poucos os frutos gerados por esses trabalhos. Seu profundo amor pela Família Franciscana e sua disposição em servir farão parte do seu legado e refletirão em fraternidades da OFS e da JUFRA em nosso país.

Seu testemunho irretocável de vida fraterna servirá de lâmpada para nossos pés em nossa caminhada diante dos desafios de nossos tempos.

Agradecemos a Deus pela vocação e vida deste irmão tão especial e pela oportunidade de convívio com ele.

Nos solidarizamos à sua família, que sofre por sua passagem, unindo-nos em orações e preces, especialmente por seus dois filhos.

Reconforta-nos a certeza de que a morte corporal não fará mal ao nosso irmão Devanir Reis. Abraçando a irmã morte, ele certamente abraça a vida eterna e junta-se aos nossos irmãos Francisco e Clara.

“Que a nossa irmã morte seja bem acolhida, como a gente acolhe o sono depois de um dia bem ocupado.” (Frei Joel Postma, OFM) 

Respeitosamente,

Em nome do Conselho Nacional da OFS do Brasil

 

Maria José Coelho - Ministra Nacional

Márcio Bernardo - Coordenador Nacional de Comunicação

Ler 2716 vezes
© 2016 - Ordem Franciscana Secular do Brasil.
Rua Adro de São Francisco, s/n, Saúde,
Zona Portuária, Rio de Janeiro – RJ
CEP 20081-290 - Fone: 55 (21) 2240-4565
Email: ofsbr@terra.com.br