Sexta, 27 Fevereiro 2015 18:33

FRANCISCANOS SECULARES: AFINAL DE CONTAS O QUE QUEREMOS?

 

1.    A Fraternidade  Franciscana Secular reúne homens e mulheres com desejos de seguir de perto  Jesus Cristo, vivo e ressuscitado.  Querem ser discípulos do Mestre à maneira de Francisco e de Clara e de tantos outros leigos ou religiosos  que viveram ou vivem à luz da espiritualidade franciscana. São pessoas fascinadas pela pessoa de Cristo. Foram tocadas pelo Mestre. Não podem viver sem ele.  Em seu história pessoal  contam muitos encontros com ele.

2.    Buscam um amadurecimento humano, cristão, franciscano e missionário vivendo em fraternidades. Nesse desejo de crescimento, num determinado momento, fazem um propósito de seguirem de perto o Senhor através de uma profissão feita diante dos homens e aceita pela Igreja.

3.    No coração dessas pessoas, efetivamente,  está presente o desejo e a decisão de viver à luz do Evangelho. Buscam a perfeição na caridade, ou seja, a santidade com as cores franciscanas: simplicidade, vida despojada, vontade de saber o que Deus quer,  cortesia,  carinho e atenção para com Cristo, esse amor que não é amado.  Desejam fazer uma experiência do Deus Altíssimo.  Sentem-se chamados a entrar num processo de conversão evangélica que não conhece termo.  Em suas vidas, com efeito, o doce se torna amargo e o amargo, doce.

4.    A contemplação dos mistérios de Cristo (encarnação, vida pública, paixão, morte e ressurreição) ocupa lugar importante em suas vidas. Mais do que contemplar o Cristo, desejam, de alguma forma, como Francisco refazer o mistério do Senhor em sua vida, como o apóstolo Paulo.

5.    Permanecendo no mundo, em suas famílias e locais de trabalho se comprometem,  através da profissão,  a impregnar o mundo secular do  Evangelho: nos locais onde trabalham, no seio da família, respeitando e salvaguardando a criação, buscando a justiça.  São embaixadores da reconciliação e criam paz onde vivem.

6.    Importância capital tem o estudo e assimilação da Regra de Paulo VI  promulgada a 24 de junho de 1978.  A Regra é roteiro, caminho, estrada de vida.  A formação permanente consiste, basicamente, em aprofundar a fé a partir da Regra.   Não há urgência maior.  Os franciscanos seculares estudam seus artigos incessantemente. Sem isto perdem sua identidade.  Não é normal que em muitas fraternidades os irmãos nunca ouçam falar das normas e sábias orientações das Constituições Gerais.

7.    Os irmãos se reúnem em fraternidades: fazem a experiência do irmão vivendo com o irmão, interessam-se de fato uns pelos outros e também pelas pessoas de fora. As fraternidades não se constituem em ninhos quentes, ao abrigo das intempéries, mas plataformas para a missão.

8.    Em suas vidas, como na vida de Francisco, há sempre entre o eremitério e as estradas,  entre a contemplação silencioso  apelo veemente para a missão, a oração e a missão.  Acompanham atentamente os mistérios de Cristo ao longo do ano litúrgico e na oração da liturgia das horas. Gostam dos textos franciscanos que falam do amor seráfico e querem experimentar uma oração mística e contemplativa.

9.    As reuniões gerais  serão muito bem preparadas.  Haverá um equilíbrio entre as partes: oração substanciosa, formação sucinta e robusta,  momentos de confraternização. Ninguém falta à reunião geral. Quando isso precisar acontecer haverá de notificar ao irmão ministro.  A ausência seguida a algumas reuniões  faz com que os irmãos percam a motivação e quiçá começam a tomar distância do espírito da Ordem.

10.Importante para os franciscanos seculares carinho pela Eucaristia aos domingos. Os seculares preparam-se em casa já tomando conhecimento das leituras, chegam  a tempo,  fazem a devida ação de graças.  Dentro das suas possibilidades procuram participar da Eucaristia em outras ocasiões mormente nas festas franciscanas.  Cultivam uma amizade especial com Cristo, presente em todas as igrejas do mundo e o adoram porque por sua santa cruz  ele remiu o mundo.

11.Num mundo de consumismo, hedonismo e vaidade, marcado pela aparência e desejoso do poder, mundo de competição e de indiferença  os franciscanos  vivem a simplicidade do Evangelho, num estilo de vida não rebuscado nem sofisticado.  Os irmãos servem os irmãos, simplesmente, sem chamar atenção para sua pessoa.  Não ficar na berlinda. São servos alegres e inúteis, para retomar uma expressão do Evangelho.

12.Muitos Conselhos de fraternidades locais animam de verdade as fraternidades e realizam  a contento  sua missão: não deixam que nenhum irmão venham a se perder,  preparam bem as reuniões, cuidam de motivar os encontros, zelam para que a fraternidade prime pela santidade e pelo senso missionário. Essas pessoas, quando eleitas, assumem o serviço com responsabilidade e sabem que sua missão é lavar os pés dos irmãos.

13.Por onde andam os franciscanos seculares se mostram pessoas corteses e fraternas. São  ativos sem serem absorvidos por um ativismo estéril.  Não são ingênuos em matéria de pastoral. Não são meros tocadores de obras nem gente que faz por fazer.  Não são frios  funcionários de um mais ou menos bem montada estrutura organizacional.   Fazem-se presentes nas atividades da Igreja diocesana sem com critério, discernimento e competência.  Chegam mesmo a coordenar muitos setores da pastoral diocesana ou paroquial.  Cuidam sempre, no entanto, que não venham a perder sua identidade evangélico-franciscana.  Há aqueles que tiveram uma fraca formação e se sentem fascinados pelas atividades pastorais em sério detrimento de sua vocação. Perdendo a motivação chegam a pedir afastamento da Ordem.

14.Uma fraternidade franciscana secular necessita da presença constante do assistente espiritual que estabelece um vínculo da terceira com a primeira Ordem. Ele não domina, nem dirige, mas é pastor que ajuda o grupo atingir as fontes das quais ele mesmo bebe.

 

A todos levam uma mensagem de paz e de esperança...

 

 Frei Almir Ribeiro Guimarães

Ler 1895 vezes
© 2016 - Ordem Franciscana Secular do Brasil.
Rua Adro de São Francisco, s/n, Saúde,
Zona Portuária, Rio de Janeiro – RJ
CEP 20081-290 - Fone: 55 (21) 2240-4565
Email: ofsbr@terra.com.br