Quinta, 25 Março 2021 21:39

Anunciação do Senhor

A vinda de Jesus ao mundo não foi forçada; foi proposta por Deus e aceite por Maria com o seu "sim". Nela se realiza em definitivo a aliança de Deus com os homens; ela compendia todo o povo da Promessa, o antigo e o novo. O Senhor está com ela; Deus é para sempre o nosso Deus, e nós somos para sempre o seu povo. Ao assumir a nossa humanidade, o Filho de Deus disse ao Pai o primeiro "sim" indispensável à Encarnação e Redenção: “Eis que eu venho para fazer a tua vontade”.

Mas a Encarnação é também mistério da colaboração responsável de Maria, como representante da humanidade, na salvação oferecida pelo Pai. E mostra que Deus, para nos salvar, quis que a humanidade aceitasse a graça suprema da salvação: “... E o Verbo fez-se homem e habitou entre nós... E vimos a sua glória” (Jo 1, 14).

Já se chamou a esta solenidade a Anunciação de Maria, mas hoje, com mais propriedade, chama-se-lhe a Anunciação do Senhor, porque ao Senhor pertence a parte mais ativa: é ele quem encarna, é ele quem escolhe para mãe uma humilde rapariga duma desconhecida povoação da Galileia chamada Nazaré. Maria é a protagonista da cena do anúncio angélico; mas o protagonista do mistério da Encarnação é o mesmo Senhor.

É importante não confundir o Redentor com a sua colaboradora, o Mediador único entre Deus e os homens com a Virgem que aceitou ser sua Mãe, o plano divino da salvação com o instrumento humano da mesma salvação, a vontade salvífica de Deus com a serva de Deus.

Sendo embora festa do Senhor, aparece nela a refulgente figura de Maria, pois foi no momento em que ela pronunciou o seu "sim" que começou a história da Redenção. Esse momento dividiu para sempre a história da humanidade; a eternidade de Deus entrou no tempo do homem. A Anunciação do Senhor foi a semente que floriu no Natal e produziu o fruto maduro na Páscoa.

Procediam com muita lógica os antigos cristãos de Florença fazendo o início do seu ano civil não o dia primeiro de janeiro, nem tão-pouco o dia 25 de dezembro, mas o dia 25 de março - a data em que começa a história não duma cidade ou duma civilização, mas de toda a nova humanidade redimida. A solenidade de 25 de março também põe em relevo a Figura de Maria, a destinatária do anúncio, a "anunciada", que ao aceitar a proposta de Deus se tomou colaboradora na obra da salvação universal da humanidade.

Acolhendo na fé a palavra de Deus transmitida pelo anjo, Maria, por ação misteriosa do Espírito Santo, concebeu no seu ventre o primogênito de toda a criação, que vinha dar cumprimento às promessas feitas a Israel e revelar ao mundo a salvação de todos os povos.

 

Fonte: https://www.ofm.org.br/santos-franciscanos

 

 

Ler 348 vezes
© 2016 - Ordem Franciscana Secular do Brasil.
Edifício Darke, na Av. Treze de Maio, 23, Salas 2232 a 2234 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, CEP 20031-007
Fone: (21) 3172-4789 ou (21) 99785-8960 (WhatsApp)
Email: ofsbr@terra.com.br