Sexta, 02 Fevereiro 2018 15:32

Papa reconhece milagre pela intercessão da Madre Clélia Merloni, em Ribeirão Preto

Cidade do Vaticano - O site oficial do Vaticano divulgou que o Papa Francisco reconheceu um milagre pela intercessão da madre Clélia Merloni, italiana, fundadora do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.

A cura é atribuída a um médico que sofria de uma grave enfermidade, na cidade de Ribeirão Preto. O Dr. Pedro Ângelo de Oliveira era portador da síndrome de Landri-Guillain-Barré, doença que acaba por paralisar os músculos do corpo, levando à morte.

 

O Dr. Oliveira foi desenganado pelos médicos, especialmente numa época onde os recursos da medicina eram bem menores. Em 20 de março de 1951 uma irmã da Congregação chamada Adelinha Alvez Barbosa, de Ribeirão Preto, rezou à madre pedindo a cura do doente. Também, deu ao médico uma água com um fio de um tecido, do hábito que havia pertencido à religiosa italiana.

 

O Relato que consta no Processo de Beatificação afirma que após o paciente ter ingerido a água com dificuldade, ele parou salivar e recuperou a saúde. No dia seguinte já caminhava sozinho e veio a falecer 35 anos depois do milagre, no ano de 1986 acometido por outra doença: uma parada cardíaca.

 

O Cardeal Amato, da Congregação das Causas dos Santos, deu a notícia, após uma audiência com o Papa Francisco.Este decreto ajudará no processo de beatificação da madre Clélia, que foi aberto em 1988 pela Santa Sé.

 

Quem são as Apóstola do Sagrado Coração de Jesus?

 

O Instituto foi fundado na cidade de Viareggio (Lucca-Itália), em 1894 pela Serva de Deus Madre Clélia Merloni e canonicamente regido em Piacenza no ano de 1900, pelo bispo Dom João Baptista Scalabrini, aprovado pela Santa Sé, definitivamente, em 24 de março de 1931.

 

A fundadora nasceu em Forlí - Itália no dia 10 de março de 1861, filha de Joaquim Merloni e Teresa Brandinelli. A madre Clélia ficou órfã aos 3 anos de idade.

 

Em 1894, na cidade de Viareggio funda o Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.

Seu desejo que a devoção ao Sagrado Coração de Jesus e ajuda aos mais necessitados fez com que suas filhas espirituais partissem a outros países. Hoje são 14 casas da fundação ao redor do mundo. 

 

 

 

Fonte: Guadium Press

Ler 307 vezes
© 2016 - Ordem Franciscana Secular do Brasil.
Rua Adro de São Francisco, s/n, Saúde,
Zona Portuária, Rio de Janeiro – RJ
CEP 20081-290 - Fone: 55 (21) 2240-4565
Email: ofsbr@terra.com.br